Cotas

Sou contra cotas. O que parte da sociedade entende como resgate de uma dívida histórica, vejo como retrocesso.
A presidente Dilma criará cotas para negros no serviço público nas quais empresas privadas que aderirem ao programa ganharão incentivos fiscais.
Cotas é um erro. Preconceito sempre existiu e por muito tempo existirá no entanto, com acesso a informação, ao estudo e a ampliação de oportunidades no nível superior e técnico o cenário ficou mais favorável e positivo.
Nos anos 90, lembro do surgimento da revista Raça Brasil. Poxa, aquilo realmente foi um marco. Eu mesmo colecionei várias edições. Naquele momento vi o negro com a possibilidade real de orgulha-se em ser negro. Fazia sucesso as camisetas "100% NEGRO", tive uma, inclusive, pudemos ver em horário nobre personagens negros como empresários em novelas, logo adiante como protagonistas, etc...Tudo isso foi, com certeza, muito importante para esse resgate e justificava o estardalhaço.
Há muito em que avançar mas passou, é hora de virar a página, deixar o coitadismo de lado e mostrar competência e inteligência para conquistar espaços por nós mesmos. A grande cota que precisamos lutar e exigir é a social. Oportunidades iguais a todos, ensino de qualidade e possibilidade de brigar por posições de destaque pelo talento. 
Enquanto houver cotas, haverá discriminação. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)