Reflexão olímpica

Ganhar uma medalha no Brasil significa vencer dos vários adversários o maior de todos, o próprio país.
É no mínimo curioso observar o que faz a maioria dos brasileiros ao verem o quadro de medalhas diariamente: riem, ridicularizam, xingam e menosprezam nossos representantes. 
Reflexo da importância que damos ao esporte olímpico e consequência de um país que só olha para o futebol. Quando aparece um Zanetti nas argolas, por exemplo, elogia e se emociona cantando o hino nacional junto mas não faz ideia da batalha que foi para ele chegar lá.
Ao ver esses jovens que contra tudo e contra todos atingem seu objetivo fico imaginando como seria se tivéssemos o apoio do Estado, do município e do brasileiro em geral. Se tivéssemos planejamento para projetar uma medalha nos próximos 4, 6 ou 8 anos.
Temos talento de sobra, vigor, disposição e habilidades naturais que só precisam de uma coisa: investimento.
O esporte olímpico não é caro. Alguns clubes e cito como exemplo a Sogipa e o Clube Náutico União sabem o caminho e podem contribuir como cases de sucesso.
Na próxima olimpíada, naturalmente espero um desempenho melhor do Brasil pelo simples fato de sediar o evento. No entanto, seria fascinante estar entre os melhores do mundo. Somos ouro em corrupção, juros bancários, preços de TV a cabo e internet. Espero um Brasil ouro em SUPERAÇÃO!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)