Vazamento de óleo

Brasileiro gosta de ser (e se fazer) enganado. Se for oficial então, engana-se sem culpa.
A novela instaurada desde quinta-feira envolvendo o vazamento de óleo ocorrido em Tramandaí encerra com a vitória do capitalismo. Não há como negar que o poder econômico fala mais alto nesses instantes: alta temporada e turismo cegam empresários, comerciantes e políticos os quais, compactuados com a população, ignoram a razão.
As divergências entre Polícia Federal e a Transpetro dando conta que, tal vazamento pode ter sido 17 vezes maior do que o divulgado seria motivo suficiente para o banhista se precaver e no mínimo aguardar  laudos mais confiáveis. 
Mas não, como capitalistas e avessos a conselhos técnicos, já no final de semana, teoricamente proibido o banho, muitos caíram nas águas. Não faltará quem num futuro próximo, caso haja algum dano a saúde, culpe as autoridades pela liberação prematura.
Hipocrisia e insanidade de uma sociedade imediatista, consumista e influenciável.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)