Isso é se divertir?


Diversão no Brasil, é sinônimo de confusão. Nosso povo ainda não aprendeu o real siginificado de comemorar.
Aqui em Porto Alegre, uma confusão em frente a quadra da Imperatriz D. Leopoldina quando comemorava o 1° título da sua história, acabou em óbito e com a festa.
Em São Paulo, a Rosas de Ouro em plena comemoração na quadra, passou por tumulto.
Na Bahia, já sabemos o que acontece fora das câmeras.
E nos estádios de futebol, quase sempre um ou outro tumulto são verificados.
E queremos - e vamos - sediar copa do mundo e olimpíadas.
Sem discutir as razões desse ou daquele conflito, por que é tão difícil sermos civilizados?
Educação, penso eu, é o principal fator que temos carência. Em todas as esferas.
Esse é o câncer do nosso maravilhoso país. Faltam senso crítico, bons exemplos, maturidade e conhecimento.
A lei do quem pode mais, de levar vantagem ou ganhar no grito precisa urgentemente dar lugar a ponderações, discusões sadia, auto-análises e por fim, o respeito ao outro indivíduo.
Estamos nos aniquilando enquanto ser humano, nos definhando, nos ridicularizando e estáticos, não fazemos nada.
Aproveitemos amigos esse ano eleitoral que se inicia e vamos escolher pessoas que estejam afim de fazer algo pelo povo e para o povo, pela sociedade como um todo e por um Brasil ali na frente muito mais próspero.
Temos todas as condições de sermos um ótimo exemplo, mas não estamos sabendo lidar com democracia e liberdade. E se não nos atentarmos para isso, o retrocesso será a única alternativa.
Confira como foi publicada esta opinião na edição de hoje do jornal Correio do Povo. (Clique na imagem)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)