Gauchão e a liminar II

Superdimensionaram uma coisa simples.
O personagem principal dos jogos agora é o termômetro:
O limite de 35ºC para a temperatura no início dos jogos faz parte de acordo feito na última terça-feira entre o Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul e a Federação Gaúcha de Futebol (FGF).
Uma pergunta:
E se na hora de conferir a temperatura estiver 34°C?
Que diferença faz, na prática para 35°C?
Claro, é preciso estabelecer um dado numérico. Mas vejam, essa bobagem que ao meu ver é pura briga entre emissoras de TV acabou gerando uma situação no mínimo, inusitada e que prejudica, na verdade, todos: imprensa, jogadores e o torcedor. Imaginem viajar horas, chegar ao estádio, ficar no sol, sentado no cimento, esperar uma hora e ficar sabendo que não haverá jogo porque a temperatura está 36°C.
Desrespeito, bobagem, picuínhas e o termômetro são os principais personagens do gauchão ofuscando até a ótima campanha do São José, Poa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)