Educação

A tese que defenso é consenso e vista como prioridade em pesquisa publicada recentemente.
O Relatório de Desenvolvimento Humano Nacional 2009/2010 do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) revela o que os brasileiros pensam que precisa mudar no Brasil para que sua vida melhore de verdade.
Na opinião dos mais de 500 mil brasileiros que participaram da consulta pública denominada Brasil Ponto a Ponto, a educação lidera o ranking nacional (21%) e do Rio Grande do Sul (25,4%). Políticas públicas vêm em segundo lugar tanto na lista nacional (14%) quanto no RS (10,8%). Violência figura em terceiro lugar também nos dois, com 13% e 10,4% respectivamente. O que surpreende é o quarto item mais votado na lista de 14 pontos: valores - Brasil, 11%; e RS, 9,3%.
leia+ A pesquisa coloca a saúde, por exemplo, em oitavo lugar.
Fico feliz e vejo que não estou sozinho nessa. Entendo que com Educação, todo o resto é resolvido e posto na linha, daí sua prioridade.
Infelizmente, o grande problema é que, justamente é esse nível limitado do nosso povo em educação que garante o sustento do poder, em reboque, suas falcatruas e maracutaias o mostra também, nas entrelinhas que se trata de gente com o nível nessa área totalmente distorcido voltado às suas individualidades tão somente. Tal dado ratifica-se com o quarto lugar dessa pesquisa: valores - ou seja, sua inversão.
O resultado é revelador e faz-nos pensar no futuro de nossos filhos e netos. Que mundo estamos, enfim, construindo para eles?
Me ajudem, por favor!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)