Brasileirão

Emocionante, curioso e imprevisível. Mesmo assim, tenho saudades do mata-mata.
Esse ano o campeonato brasileiro teve graça até o final. Desgraça eu diria pois, depender do Grêmio para ser campeão é o mesmo que dizer adeus ao título.
Mas ainda lembro dos bons tempos em que os oito primeiros faziam quartas, semi e finais eletrizante, jogos sensacionais onde aí sim poderiam Inter, Grêmio, e outros times fora do eixo Rio-São Paulo serem campeões. Ali poderia o pequeno 'papar' o grande na raça, no amor a camisa, na superação.
E daí que o time entrou em oitavo e foi campeão?
Se o time é bom, prova e justifica.
Enquanto se mantiver essa fórmula (pontos corridos) assistiremos o revezamento do caneco entre clubes paulistas e, de vez em quando, um carioca.
Concordamos com isso, não adianta chorar...
Volta mata-mata!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)