Bolsa prisão

Lula tem carisma e sabe usar, como ninguém, a linguagem do povo. É isso que o mantém popular. Só que o preço disso é muito alto.
Quanto mais me informo, mais enojado fico com a política brasileira. Sobre um viés até dá para compreender, isto é, se explica mas não justifica.
Está lá no blog do competente jornalista Políbio Braga que o benefício virou polêmica.(leia+)
O auxílio reclusão, pago mensalmente pelo governo federal a 25 mil famílias de dependentes de presos já custou à União, este ano, R$ 148 milhões. O valor mensal chega, em alguns casos, a R$ 752,00 enquanto o Bolsa-família, o teto é R$ 200,00.
Olha amigos, o fato do tal benefício é polêmico, podem até haver situações em que ele se faz justo tanto no bolsa-prisão quanto no bolsa-família. O que acontece, é que o benefício de provisório torna-se permanente e o círculo vicioso se forma.
Assim, se colocando no lugar dos familiares dos presidiarios beneficiados, nos pobres que recebem bolsa-família, vale-gás, vale-isso e aquilo, como não entender seus votos em Lula ou quem quer que os privilegie?
Seria muito mais inteligente, coerente e natural investir nesse povo dando-lhes educação e trabalho, formando sim cidadãos, recuperando-os de verdade.
Mas é mais fácil comprá-los, até porque o que está em jogo não são suas vidas. São as de quem está no poder.

Comentários

Anônimo disse…
Não é de se assustar que o partido que patrocina tantas ONGs criminosas como o MST e outras continue a patrocinar grupos criminosos que empunham a bandeira vermelha como lema. Já ouvir nas favelas que visito frases soarem livremente:
- O Lula é o cara meu.

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)