Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Brasileirão

Emocionante, curioso e imprevisível. Mesmo assim, tenho saudades do mata-mata. Esse ano o campeonato brasileiro teve graça até o final. Desgraça eu diria pois, depender do Grêmio para ser campeão é o mesmo que dizer adeus ao título. Mas ainda lembro dos bons tempos em que os oito primeiros faziam quartas, semi e finais eletrizante, jogos sensacionais onde aí sim poderiam Inter, Grêmio, e outros times fora do eixo Rio-São Paulo serem campeões. Ali poderia o pequeno 'papar' o grande na raça, no amor a camisa, na superação. E daí que o time entrou em oitavo e foi campeão? Se o time é bom, prova e justifica. Enquanto se mantiver essa fórmula (pontos corridos) assistiremos o revezamento do caneco entre clubes paulistas e, de vez em quando, um carioca. Concordamos com isso, não adianta chorar... Volta mata-mata!!!

Juventude

Não cheguei a soltar foquete mas, uma certeza eu tenho: São 6 pontos a mais para o Inter e 6 a menos para o Grêmio em 2010. Como bom colorado não gosto do Juventude. Com todo respeito ao torcedor juventudista e ao povo de Caxias faço aqui um comentário exclusivamente futebolístico e apaixonado, vale ressaltar. Acredito que a "touca" deixou de existir após aquela enfiada de 8 x 1 no gauchão, no entanto, o Inter é o Inter e sinceramente, sempre tive receio da papada. Nem tanto por ganhar do colorado mas, principalmente por geralmente "entregar" para o Grêmio de uma maneira ridícula e enfadonha. Olha, como torcedor é bom que se saiba, quero mais é que o Juventude caia para série D do brasileiro ano que vem e para B do gauchão. Sem pena nem ressentimento. Não que eu me preocupe com o campeonato gaúcho pois nunca foi prioridade para o Grêmio que trata o regional com cafézinho. É porque não gosto mesmo desse time. Pronto! Desabafei!

Livre arbítrio

Deixemos que a mente de cada indivíduo faça seu julgamento assumindo assim, a consequência de seu atos. A Anvisa proibiu em todo país a venda e uso de equipamentos para o bronzeamento artificial. A medida, que tem validade imediata, ocorre três meses após a Agência Internacional de Pesquisas em Câncer alertar que os raios ultravioletas das câmaras podem causar o câncer. O motivo, por si só bastaria para não mais se utilizar esse procedimento. Com o cigarro, acontece algo semelhante. Quem não sabe dos prejuízos a saúde que são causados? Além da dependência e um odor nada agradável mas, o fumante dá bola? Esse é um dos males da democracia a qual proibir acaba sendo um contrasenso irreparável. Por isso, informe, divulgue, dê exemplos e mostre principalmente as consequências de tudo o que é maléfico - se empenhe nisso - aumente impostos desses produtos e serviços às nuvens, dificulte o acesso, faça-os assinar termos de responsabilidade, etc, mas deixe que o indivíduo, adulto e esclarecido, fa…

Herbert Richers

Fui pego de surpresa Morreu nesta sexta-feira (20) o produtor de cinema Herbert Richers. Conhecido pela frase “versão brasileira Herbert Richers”, dita nos filmes dublados na TV, o produtor vai ser velado esta tarde no Memorial do Carmo, na Zona Portuária do Rio, e será cremado no sábado (21).leia+
Desde sempre, ouvia a bendita frase acima e confesso aqui minha total ignorância ao fato. Sinceramente, não sabia que era brasileiro, tampouco que estava vivo. Sei lá, para mim, tratava-se de uma lenda, uma homenagem não sei a quê...fiquei surpreso... Agora só falta eu descobrir que ALAMO - SÃO PAULO existe.

Lula. Um mito

É inegável que a história do nosso atual presidente é curiosa, estimulante, inspiradora e ousada. Goste ou não da pessoa. Salas lotadas, tumultos e vaias marcam as primeiras sessões de Lula, o Filho do Brasil.leia+ Não é para menos, eu mesmo ainda não vi o filme mas estou curioso, críticas à parte, ele veio do nada e chegou lá. . Nessa questão e sobre a película em si, o que menos me importa é a visão política, quero me deter e assim o farei, ao fato da determinação, garra, persistência e por fim, o ápice. Sei, muito há de se questionar e com certeza, o Lula de 1979 jamais se tornaria um presidente, mas isso também acho positivo. Ora, ele queria chegar, entendeu que precisava mudar, mudou. Tem aí uma extrema facilidade de lidar com o povo como ninguém e essa empatia até hoje o mantém de pé. Sob esse aspecto, e somente esse, ele é o cara!

Apagão

Caso encerrado! Resolvido, solucionado! - "Não contavam com minha astúcia? Mas, e se acontecer novamente? O caso de blecaute que deixou 18 estados sem energia elétrica na terça-feira deu muito assunto, especulações, disse-me-disse e um silêncio vergonhoso do governo federal num primeiro momento. A verdade é que agora, o fato virou até tema de propaganda política. PSDB e PT já estão tratando disso encomendando pesquisas e iniciando levantamento sobre investimentos na área. Para quê? Pergunto eu. Se os ministros Dilma Rousseff e Edison Lobão disseram que o caso está "encerrado". Pergunto: Como fica se acontecer de novo? Reconhecerão que mentiram ou que disseram bobagem? Que nada, são políticos, tá tudo em casa...

Feira do Livro

Reinventar-se. Palavra da moda que atinge agora este tradicional evento. A Feira do livro do Porto Alegre é mais do que tradição. É parte integrante de nós mesmos. Nesta época, como não ir a Praça da Alfândega para curtir, ver gente, e descobrir-se no mundo dos livros. Uma maravilha, não? Pois eis que, neste ano, nosso importante e tradicional evento está sofrendo críticas quanto a acessibilidade, isto em termos financeiro, e consequentemente, o principal propósito: aproximar o leitor das obras. Fala-se agora que a nossa feira está elitizada, os números, pelo menos parciais, levam a essa avaliação - estão vendendo menos - tornou-se um apanhado de lançamentos, com preços "cheios" o que na linguagem comercial significa sem descontos, e que traz, em grande número, editoras de fora, deixando nosso livreiro tradicional, aquele que todo o ano está na labuta, à margem. Acho que todos merecem espaço! Devem os organizadores da Feira do Livro, reinventar o sucesso de sempre. Permitir que…

A excelente imagem do Brasil

Nosso país com a faca e o queijo na mão para se tornar, definitivamente, uma potência. A revista britânicaThe Economist reservou a capa desta semana para o maior país da América do Sul. "O Brasil decola" é o título da publicação que analisa a rápida recuperação da economia brasileira em meio à crise econômica mundial. Destaca como vantagem, ser uma democracia e sugere boas expectativas em diante do pré-sal. leia+ Pois bem, há tempos se diz, e sabemos o quanto, nosso país é rico e tem um potencial enorme. Se, com tantos escândalos frequentemente descobertos, inúmeras falcatruas as quais desde sempre nos rodeiam, conseguimos uma boa imagem lá fora, não é totalmente uma propraganda enganosa - sem desmerecer o marketing desde a era FHC. É, contudo, indicativo de que o país tem jeito. Basta querer! Bom, mas aí já é outra história...

Bolsa celular

Incrível, Fantástico, Extraordinário. O Brasil é mesmo uma ilha da fantasia...
Da série "eu vou morrer e não vou ver tudo" sai essa notícia hoje:
Ministro das Comunicações propõe a criação do 'Bolsa Celular'
Programa prevê a distribuição de 11 milhões de aparelhos pré-pagos, que teriam um bônus mensal de R$ 7 leia+
Bem, é isso mesmo! Resumidamente a proposta consiste na distribuição gratuita de celulares para as pessoas que já são beneficiadas pelo programa Bolsa Família.
A proposta é do Ministro Hélio Costa e custaria as empresas de telefonia R$ 2 bi. O governo abriria mão do recolhimento do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) sobre esses celulares. Não há data definida para isso, mas o presidente, segundo o ministro, gostou da ideia. Muda a mosca! Como tudo na vida tem os dois lados da moeda, em termos de expansão e para as empresas telefônicas seria uma boa, aliás uma ótima. Na verdade, hoje isso já é feito. Veja, o que dão de celular por aí: junta selo …

Uniban

A bobagem provocada pela Universidade Bandeirante serviu para duas coisas: defalá-la enquanto instituição e promover a estudante. Quanta ingenuidade. Pensei que essas coisas não aconteciam mais. Ora, absurda a repercussão diante de uma caso que no máximo ficaria nos corredores da universidade. É claro, não sabemos dos bastidores da situação. A verdade é que quem se deu mal nessa história foi a própria instituição mostrando uma hipocrisia fora do contexto e se autoflagelando ainda por cima pagando o mico de ter que readimidir a estudante. Até sátira do filme do Hitler já fizeram, para se ter uma ideia. Por outro lado, a estudante Geisy Arruda agradece: teve bem mais do que 15 minutos de fama e não duvido que, num futuro breve, não saia em alguma revista masculina em breve, se ficar só nisso. Às vezes o silêncio é a melhor alternativa.

Bolsa prisão

Lula tem carisma e sabe usar, como ninguém, a linguagem do povo. É isso que o mantém popular. Só que o preço disso é muito alto. Quanto mais me informo, mais enojado fico com a política brasileira. Sobre um viés até dá para compreender, isto é, se explica mas não justifica. Está lá no blog do competente jornalista Políbio Braga que o benefício virou polêmica.(leia+) O auxílio reclusão, pago mensalmente pelo governo federal a 25 mil famílias de dependentes de presos já custou à União, este ano, R$ 148 milhões. O valor mensal chega, em alguns casos, a R$ 752,00 enquanto o Bolsa-família, o teto é R$ 200,00. Olha amigos, o fato do tal benefício é polêmico, podem até haver situações em que ele se faz justo tanto no bolsa-prisão quanto no bolsa-família. O que acontece, é que o benefício de provisório torna-se permanente e o círculo vicioso se forma. Assim, se colocando no lugar dos familiares dos presidiarios beneficiados, nos pobres que recebem bolsa-família, vale-gás, vale-isso e aquilo, como …

Novo Orkut

A curiosidade matou o gato... Sou orkuteiro, não nego! Há alguns dias soube da novidade do novo layout. Pois bem, hoje caí na armadilha de clicar num link de um dos meus amigos prometendo convite para esse tal novo Orkut. Cliquei e caí na armadilha. A praga espalha comentários de fotos como seus para os amigos de sua rede. Trava tudo: você não consegue excluir comentários, recados, tão pouco avisar seus colegas do que se trata. Outra coisa curiosa é que surgem comunidades que sequer tinha conhecimento. Fiz então um varredura no google atrás de informação: li blogs, fóruns e sites comentando sobre o assunto e o que filtrei é que apesar do susto o vírus não é danoso ao PC e, após cerca de 6 horas seu perfil se normaliza. Fica o alerta: qualquer convite ou informação prometendo o novo orkut, por favor: -NÃO CLIQUEM! Abraço a todos!

Burocracia

Câncer da política moderna. Estão nos jornais de hoje que a brucracia está travando apoio fereral à saúde no RS. Resumidamente, a complicação se dá no processo de construção das Unidades de Pronto-atendimento, chamadas de UPAs. Ideais para desafogar as emergências dos hospitais gaúchos. Só para se ter uma ideia, 16 unidades foram prometidas para este ano, estamos em novembro e até agora, nada. Entendo que a burocracia seja importante, ainda mais se tratando de verba pública, afinal é nosso dinheiro, por outro lado, em muitas situações essa mesma burocracia acaba atrapalhando e deixando na mão aqueles que mais necessitam. As desculpas são as mesmas de sempre e a promessa agora, segundo o secretário estadual da saúde Osmar Terra é de que em dia 16 do mês corrente o Estado mesmo abrirá licitação. Eu quero ver pra crer. Se não fizeram nada até agora, acham que no fim do ano vai acontecer alguma coisa? Tomara que eu me engane mas tudo leva crer que somente apartir de março de 2010 algo de concre…

Protesto.

O ser humano é criativo e incansável quando quer. O caso do sofá em cima do telefone público (leia+) traz um único e derradeira motivo: protesto. Quando queremos que algo seja feita, e custamos a ser atendidos, temos que chamar a atenção. É a tal história de não deu por bem, dará por mal. No caso ao lado, moradores do bairro Glória - Poa, RS indignados com o telefone público sem funcionar desde 2005, segundo eles, puseram um sofá sobre ele. Resultado: o assunto foi manchete do dia em todos os jornais e já no final da tarde o telefone estava funcionando. Poxa! Por quê não pensaram nisso antes? Quando precisamos lutar por nossos direitos, não basta pedir educadamente ou no diálogo pois, imagino quantas vezes o presidente do bairro não solicitou o conserto do telefone. Há casos em que é preciso chamar a atenção. E o fato de tão inusitado, merece elogios pois não houve badernas tampouco estardalhaços, a criatividade foi privilegiada e, inteligentemente, teve uma repercução positiva. Fiqu…

Até quando?

Meu Deus, até quando? Manchete de capa da Zero Hora: Trânsito mata mais de 20 no feriadão Manchete de capa do Correio do Povo: Feriadão da imprudência Pelo menos 23 morreram em acidentes. Choque na estrada do mar matou 3. Isso, só no Rio Grande do Sul... Até quando nossa gente vai continuar se matando? Até quando vamos viver como animais? Nos achar super-heróis os quais nada de ruim acontece. Até quando vamos permitir barbáries dessa natureza que põe em risco nós mesmos, amigos, familiares e irmãos sejam eles de sangue ou não? Quando vamos entender que o carro é uma ferramenta que nos auxilia na locomoção, só isso? Que não estamos com ela para competir com ninguém. Por quê beber e dirigir se sabemos (sabemos?) que não se deve fazer isso? Quanto vocês acham que as pessoas que perderam, nesse final de semana ente-queridos dariam para voltar atrás no tempo e permitir que a perda de alguns minutos ou uma hora na viagem? Educação? Não! Nesse caso, acho que é burrice mesmo!

A nova lei no ensino

Imagem
O que deveria ser automático e imperativo torna-se, por forma da lei, simplesmente um avanço. Sou um defensor nato da educação. Como a maioria o é. Mas vou além, particularmente, entendo que ela é a base de tudo. Se a política sobre educação no país fosse levada a sério teríamos uma saúde melhor, bons doutores e mestres, desvios de conduta seriam menores, a infraestrutura da estradas, por exemplo seriam priorizadas, os recursos, melhor aplicados e uma infinidade de absurdos que vemos, sensivelmente minimizados, tudo porque, pela educação, o entendimento dessas necessidades seriam de fato, levados em conta. A nova lei que garante o ingresso na rede pública de ensino apartir dos 4 anos(leia+) contudo, é um avanço significativo para que compreendemos o quanto é necessário investirmos em educação. Importante, e providencial principalmente, para os de menor poder aquisitivo pois, as classes A, B e parte da C já o fazem com seus filhos - lógico, tiveram o entendimento dessa necessidade, perceb…