Revolução política


Somos esquecidos! Muitos de nós não se lembra nem do que comeu no almoço ontem. Você lembra? Mas na política, isso tem que mudar, e pode ser aos poucos...
O escândalo envolvendo José Sarney e que, por tabela respinga em todos os senadores é o retrato vivo da vergonha nacional na qual vivemos. E o pior: Lula apóia, agora.
E o povo...nem aí!
Na próxima eleição eles voltam com a cara deslavada e muito mais afiados para fazer cacaca.
Temos que mudar esse cenário, envolvermos no sistema político. Sem precisar ser um mas, observando e cobrando aquele no qual cada um votou já adiantaria e muito.
Para os esquecidos, Fernando Abrucio, colunista da revista Época deixa uma sugestão interessante:
"...Para nacionalizar ainda mais a discussão sobre o Senado, os concorrentes em 2010 já poderiam se comprometer com um programa amplo de reformas. Aí poderia estar, caro leitor- -eleitor, um bom critério para você definir seu voto: os que não apoiarem mudanças no funcionamento do Congresso, particularmente no Senado, não merecerão ser nossos representantes. Eu diria mais: o senador que comandar uma grande transformação na instituição ganhará status de grande liderança nacional."
O excelente texto você lê na íntegra clicando aqui.
É um bom critério, para começarmos a nos envolver na política assim de forma gradual e sem decorar nomes. Proposta interessante e necessária.
Ano que vem tem eleições!
Tem que haver mudanças!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)