Óbitos: estradas x ar

É preciso pararmos com hipocrisia. Só no Rio Grande do Sul já morreram até agora mais de 500 pessoas no trânsito. São dois acidentes com airbus A330, por exemplo.
Foi triste, lamentável, horrível e colocando-se no lugar dos familiares, doloroso. Ainda assim, a avião é o meio mais seguro que existe. E não precisam estatíticas tampouco estudos mirabolantes para comprovar.
A mídia então trata um acidente de avião com uma desamiada cobertura jornalística. Empurra matérias sobre o assunto a exautão. São chatos e repetitivos. Enquanto isso milhares morrem nas estradas. O exemplo que dou acima sem os números exatos até porque a cada dia aumentam são apenas do Estado gaúcho. Imaginem todo o Brasil.
Sugiro então a mídia que diminuam os esforços em nos fazer saber porquê o avião caiu, tem quem faça isso, fiscalizem sim, mas, passem a educar o cidadão ao trânsito, a direção defensiva, a não dirigir tendo bebido, etc.
A imprensa pode e deve ser um agente propagador de mensagem que nos façam refletir sobre nossos atos e concluir o que devemos fazer para um mundo melhor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)