O absurdo das passagens

Quando o assunto é levar vantagem ou fazer uma 'treta', o céu é o limite.
Veja só:
O deputado Eugênio Rabelo (PP-CE) utilizou a cota de passagens aéreas da Câmara para comprar 77 bilhetes para 27 jogadores de futebol, dois técnicos e três dirigentes do Ceará Sporting Club, além de familiares e amigos dos atletas e radialistas encarregados de cobrir os jogos. (leia+)
O mínimo que o eleitor deve fazer é gravar bem o nome do cidadão, para que ele não volte mais a cometer esses descalabros - pelo menos, com dinheiro público. Se isso é o que se descobriu, imaginem o que ainda não veio à tona?
Insito, ao contrário de muitos, que é com o voto consciente que poderemos mudar esse cenário.
Sim, nós podemos!
E ainda há tempo meus amigos, precisamos no politizar, acompanhar o dia-a-dia daquele o qual damos o nosso voto, cobrar, cobrar e cobrar.
Ser chato mesmo:
-prometeu isso?
-por quê não fez?
Enquanto eles se sentirem intocáveis - e não são - isso não vai acabar.
VAMOS ACORDAR BRASIL!
Sim, nós podemos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)