Consciência política

Colhemos aquilo que plantamos. Num país onde crise é "marola" e "redução de gastos não é prioridade", por que esquentar a cabeça com um castelo ridículo?
O caso é vergonhoso, além de ser uma tapa da cara do eleitor, principalmente aquele que votou no cidadão em destaque. Imagino quantos numa escala menor ou maior não tenham feito isso. Afinal, é incrível como esses caras se protegem.
Mais impressionante é que eles sempre conseguem voltar ao poder como num passe de mágica. Sabem o caminho e a quem recorrer. Ao povo.
Esse povo que esquece, ou melhor, que não aprendeu que é ele justamente, que pode e tem poder maior de mudar essa balbúrdia.
Como?
Com o voto!
Sou a favor do voto obrigatório no Brasil ao contrário de muitos que defendem o facultativo.
Primeiramente precisamos nos educar politicamente, entender o que e como acontece as coisas nessa área para então escolher representantes que conhecemos, em primeiro lugar e nos quais confiamos. E depois, amigos, acompanhar, e muito, sua gestão: Cobrar suas promessas, fiscalizar!
A virada de mesa desse cenário caótico passa pela educação. Como tudo na vida. Se não fomos ensinados a pensar, temos a obrigação de procurar aprender. E isso hoje em dia, está muito mais fácil de buscar!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)