Quando a lembrança é apagada!


O nome lembra uma era, um momento e uma fase na história de nossas vidas.
Tínhamos a CRT e orgulhávamos por isso, eis então que a Brasil Telecom a compra. Perdemo-a e junto com ela, uma identidade gaúcha, orgulho e paixão...Acostumamo-nos com a razão social e a Oi a adquire. Lá se vai mais um apego que devemos deixar de lado.
Sou riograndino e a notícia de hoje de que a Refinaria Ipiranga terá novos nome e marca entristeceu-me e quem é de Rio Grande sabe do que estou falando pois, o orgulho daquele povo diante do nome é imenso: as histórias e tudo o que representou o nome Ipiranga orgulham os papareias.
Sei que o progresso e a evolução do mercado não admite erros, e que essas transições e mudanças de gestões são, acima de tudo, necessárias para a sobrevivência e manutenção e até mesmo investimentos nesse negócios.
Escrevo aqui, apenas como saudosista fazendo um apelo aos executivos para que, ao adquirirem empresas, procurem manter seus nomes originais senão por vontade própria, por respeito a comunidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)