Dívidas

A situação exposta dos agentes da policia civil de Poa revela a situação de muitos trabalhadores, o que surgiu como solução virou um grande problema.
A TV mostrou ontem o drama desses profissionais e propõe uma parceria para controlar o “superendividamento” da classe. Há um caso extremo de um profissional que teve neste último mês líquido de R$ 25,00 (leia + ).
Esse drama não é privilégio desse agentes, eu mesmo já fui vítima.
O grande problema disso tudo é que sempre tentamos manter um padrão o qual não nos damos conta não ser mais possível. Essa cobrança vem de todos os lados possíveis e imagináveis. Os bancos por exemplo, a impressão de que tenho, é que enquanto não nos levam a falência, não descansam.
Por outro lado, ninguém obriga-nos a ir a uma instituição financeira pedir empréstimo, e diante da primeira dificuldade, pedir outro e mais outro.
O empréstimo consignado foi uma boa medida em prol da economia e do trabalhador, veio socorrer e fez seu papel. Infelizmente, nosso nível de educação financeira é muito baixo e buscamos sempre a solução mais fácil - naquele momento - para resolver nossas carências imediatas.
O dia em que elevarmos nosso nível educacional, teremos noção de quantas "bobagens" já cometemos e como é fácil, com criatividade e determinação, vencer as barreiras impostas nessa vida.
Podemos mudar esse cenário?
"O mundo mudou e precisamos mudar com ele"!
Yes, We can!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)