O vice que poderia dar certo...será?

Gostei muito da entrevista do vice-governador do Rio Grande do Sul, Paulo Afonso Girardi Feijó concedida a TVcom ontem à noite.
Idéias liberais, transparência e coerência política. Como empresário que é, trata o cidadão como cliente e como tal tem, pelo menos manifestada, a intenção de encantá-lo.
Perguntado se teria intenção de futuramente se aventurar a algum cargo político, desconversou não dizendo nem que sim, nem que não.
Dada a sua popularidade extremamente favorável uma vez que está contribuindo para exposição do sistema, com todas suas mazelas, seria muito interessante vê-lo como número um.
Segundo ele, é possível sim, fazer governo sem conxavos, acordãos ou maracutaias partidárias.
É sem dúvida, uma espécie em extinção no meio, se é verdade o que diz, eu sinceramente não sei, mas para quem apostou já no Collor, no Lula ou deixou o PT tanto tempo no RS, o que impede de tentar Feijó e ver no que dá.
Este é sem dúvida, um lampejo de moralidade, única alternativa, no momento que valeria a pena apostar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)