Postagens

Mostrando postagens de Março, 2008

Orgulho da raça!

A questão do preconceito é extremamente subjetiva. Só um negro sabe exatamente o que é ser preterido em uma entrevista de emprego ou olhado de cima abaixo em determinados eventos. Só quem é negro pode dizer e falar sobre isso. É histórico e, infelizmente cultural. E a tal história do "branco de alma negra!" É ridículo, mas, ainda hoje, é possível ouvir isso. Agora, nada disso dá direito a privilégios. Sou contra o sistema de cotas que por sinal tem uma nobre sustentação - o resgate e a intenção de reparar os danos causados aos antepassados - no entanto, nos dias de hoje, não é possível privilegiarmos por isso. Acaba acontecendo, com em tudo no nosso país, o tal "jeitinho brasileiro" bagunçando tudo. A solução: E educação para TODOS. Sem distinção de raça, cor, credo ou opção sexual. O negro tem total condições de prestar um vestibular e conseguir índices suficientes para aprovação. Como a maioria dos negros estão na camada mais baixa da sociedade, programas de incentivo…

Popularidade

CNI/Ibope: Avaliação positiva do governo Lula é a maior dos últimos 5 anos

O escândalo dos cartões corporativos, como de resto todos os muitos outros em que se meteu, foi incapaz de arranhar a popularidade do governo. A avaliação positiva da gestão Lula atingiu 58% em março, aponta pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta-feira. O resultado é o maior desde o mês de março de 2003, primeiro ano de Lula na Presidência da República. Por outro lado, apenas 11% dos entrevistados avaliaram o governo como ruim ou péssimo, e outros 30% consideraram a administração federal como "regular". O índice de popularidade atingido pelo governo representa aumento de nada menos que sete pontos percentuais em relação a dezembro de 2007, na última rodada da pesquisa CNI/Ibope (51%). A aprovação pessoal de Lula também cresceu em março. No total, 73% dos entrevistados avaliaram positivamente o presidente. Somente em março de 2003 a popularidade de Lula obteve índice maior, de 75%. A pesquisa ouviu 2.…

Televisão

Temos liberdade, só devemos exercê-la! Nesta terça-feira a noite assistindo televisão revezava-me entre os programas Observatório da Imprensa da Cultura e o Conversas Cruzadas da TVCOM quando, de repente, um grito eufórico extremesse o prédio onde moro. Pensei que era jogo do Inter mas não. Minha esposa "matara a charada". Era a final do Big Brother. Gostaria de saber o que tem de positivo nesse tipo de programa. Alguém sabe? É estranho ouvir as pessoas, por exemplo, falarem mal do Faustão, mas, assistirem seu programa. Reclamarem da novela tal, mas, não perder um só capítulo. Ou estou muito velho, ou os programas de antigamente eram mais interessantes. Confesso que já assisti muitas novelas no passado. A primeira edição do BBB, sabia o nome de quase todos os participantes, tentei ver essa minissérie Queridos amigos da Globo mas, não consegui terminar o primeiro capítulo. Esse desprendimento que tenho, gostaria que mais pessoas tivessem. Se não gosto, não vejo e pronto! Existem b…

Porto Alegre, 236 anos!

Os festejos de aniversário da nossa cidade se iniciaram.

Cidade que encanta e enche de alegria nossos corações;
Cidade que orgulha nossa gente, que faz brotar um sentimento de emoção;
Cidade que representa nosso Estado, pólo de raíz e modernidade;
Adorada por quem é daqui de nascimento;
Amada e idolatrada por quem conhece, adota, e decide, viver o resto de seus dias.

Ah! Eu sou gaúcho!
Ah! Eu sou de Porto Alegre!

A "cubanização" das profissões.

Quando não se pode ou não se quer valorizar uma profissão, "cubanizar" é a solução encontrada, isso, sem dúvida reduz custos no entanto, a auto-estima do profissional sofre lesões irrecuperáveis. Sou do tempo em que professor era muito mais do que profissão. Era uma vocação, significava tratar-se de alguém louvável e de uma dedicação que honrava a categoria. Era extremamente respeitado na sociedade e valorizado com justiça. Pois agora o Cpers faz uma esforço para acabar com o termo "professor" substituindo-o por "trabalhadores em educação". * A dignidade do professor agora foi generalizada por um termo que o coloca no mesmo nível de qualquer pessoa que trabalha na direção de uma escola quanto quem faz a limpeza do prédio. Trabalho com vendas, logo, sou vendedor, certo? Errado! No começo da minha carreira, vendedor tinha status, era valorizado com tal e tinha um respeito considerável pela empresa e clientes. Era uma profissão. Agora, acompanhando a tendência de…

O PT e Cuba

A candidata Maria do Rosário (PT-RS) foi entrevistada anteontem pelos jornalistas Felipe Vieira e Diego Casagrande no Bandnews 1ª edição. Indagada pelo Diego sobre Cuba, percebi uma dificuldade enorme dela em falar do modelo cubano. Já votei muitas vezes no PT mas, essa paixão por Fidel me assusta! Não sou petista, aliás, nem tenho partido. Para voçês terem uma idéia já votei no Britto, Roberto Freire, Mário Covas, FHC, Cristóvam Buarque e até no Lula, mais de uma vez. Mas tem coisas que não consigo entender, por exemplo: *Qual a relação do modelo cubano com o PT? *O PT admira mesmo Fidel? *Acha justa a ditadura que lá é imposta a décadas? *O que tem de bom no regime cubano? É incrível, mas nunca vi ninguém fugindo pra Cuba (se lá é tão bom!) e nem cubanos implorando para voltar para lá. Me ajudem aí se tiverem resposta... Abraço!

Álcool nos estádios

Deputados estaduais proíbem venda de álcool nos estádios A Assembléia Legislativa do RS aprovou nesta terça-feira projeto de autoria do deputado Miki Breier (PSB) que proíbe a venda e o consumo de bebidas alcoólicas em estádios de futebol e ginásios de esportes em todo o estado. A medida vale para locais com capacidade superior a 5 mil lugares e voltados ao esporte profissional. Foram 29 votos a favor e 17 contra. A proibição já é adotada com êxito nos estádios do Mineirão (Minas Gerais), Maracanã (Rio de Janeiro), Pacaembu e Morumbi (São Paulo). O projeto segue agora para sanção da governadora Yeda Crusius. Fonte: diegocasagrande.com.br --> Acho excelente a medida e espero que a governadora não demore a sancionar a lei...já estava mais do que na hora de isso acontecer. Outra muito boa, aproveitando o tema, é essa de facilitar o ingresso do público feminino. Além de embelezar o recinto, deixa os "machões" mais calmos. A propósito: começou com o Internacional.

O perigo de levar vantagem em tudo.

A lei de Gérson é tão ou mais presente que a lei da física. Levar vantagem em tudo, é mais do que uma opção, É, infelizmente, um estilo de vida. O jornal Correio do Povo na edição de hoje relata e mostra como é fácil conseguir, no centro de Porto Alegre, diplomas falsos. Basta desembolsar R$ 150,00 e o ensino médio está concluído. Veja bem, em um dia, ganha-se três anos. Precisa de dinheiro e está com o nome sujo? A mesma facilidade é encontrada para se conseguir uma carteira de identidade e um talão de cheques com o nome que voçê quiser: -"Baratinho, baratinho"! E pra quê pagar R$ 2,10 pela passagem do ônibus? Se, do outro lado do ponto, e, muitas vezes perto do embarque do coletivo, encontras fichinhas por R$ 1,70. O que falar então dos: CDs, DVDs. Enquanto as lojas penam para vender uma obra por R$ 29,90 na promoção. Aquele lançamento que ainda nem chegou no mercado está ali, na tua frente, disponível por R$ 5,00. Nenhum delito é aceitável. Alguns são até compreensíveis, como …

Quando convém!

Na razão, jamais submeteríamos a realizar algumas atividades, a emitir determinada opinião, optar por A em detrimento do B, sequer, admitiríamos a possibilidade de tal. No entanto, quando convém... Tem razões que a própria razão desconhece. *Em agosto de 2002, o Sindicato do Comércio Varejista de Material Óptico, Fotográfico e Cinematográfico do Estado (Sindióptica) conseguiu liminar permitindo a abertura das lojas aos domingos em Porto Alegre. O documento foi assinado pelo desembargador Clarindo Favretto, demadrugada. Desde então, o comércio abre todos os domingos. *A base aliada do Planalto no Senado conseguiu aprovar na madrugadada última terça a criação da TV Brasil, emissora do governo. Embora simbólica, a votação foi possível pela manobra do líder Romero Jucá/PMDB, a pedido de Lula. Em questão: receita adicional de R$ 150 milhões, além dos R$ 350 milhões do orçamento da união e ainda, possibilidade de admissão de funcionários sem concurso durante três anos. Embora tenha críticas, n…

Teoria e prática

Uma estudante já no 6º semestre adorava pregar ser de esquerda, como é moda entre os universitarios. Ficava indignada com as desigualdades do capitalismo e não entendia como as teorias de Marx não eram utilizadas em sua plenitude. Acabou por pegar implicância com seu pai, um homem assumidamente de direita que segundo ela "se identificava com a politica nacional de opressão aos menos favorecidos e parecia apoiar uma injusta distribuição de renda.

Um belo dia, incitada pelos comentários de seus professores ela resoveu encarar o pai e começou a discursar a respeito de Marx e o materialismo social. No meio da conversa seu pai pergunta:
-Como vão as aulas?
-Bem, responde ela, estou um pouco cansada e não tenho vida social mas minha média é 9.
-E sua amiga Sônia, como vai? pergunta o pai.
-Ah,ela vai muito mal, sua media e 3. Não vai as aulas e vive em festas e fazendo compras.
O pai então sugere:
-Porque você não pede aos professores que transfiram 3 pontos de sua média para Sônia? Não seria…

Renner

Grupo Renner compra a Leader Rede de varejo gaúcha passa a ser vice-líder em lojas de departamento

A rede de lojas Renner acertou ontem a compra da fluminense Leader - que tem 38 estabelecimentos nas Regiões Sudeste e Nordeste - , especializada em cama, mesa, banho e vestuário. O negócio, cujo prazo para ser concluído é de 120 dias, está avaliado entre R$ 500 milhões e R$ 700 milhões, dizem analistas. A marca Leader será mantida. Além de assumir a vice-liderança do segmento de redes de departamento, atrás apenas da arqui-rival C&A, a aquisição permitirá à Lojas Renner vender para o público das classes C e D. - É onde estão acontecendo as coisas hoje. A Renner não vende para esse público - diz Galló. Com a saída do Rio da Pernambucanas, na década de 90, a Leader ocupou o espaço da rede e reforçou sua atuação em vestuário. Foi quando atingiu 15 lojas e abriu uma fábrica no interior do Rio, que hoje abastece 30% das roupas femininas e infantis vendidas nos estabelecimentos. Segundo especi…

Pelé

A arrogância de Pelé prejudica sua imagem e põe em dúvida sua importante contribuição no futebol brasileiro.

Nasci em 1970 e, por isso, não acompanhei de forma intensa o futebol daquela época.
Em entrevista ao Esporte Espetacular de hoje, Eusébio, principal jogador da história do futebol português, astro da Copa do Mundo de 1966 revelou achar que Garrincha foi melhor que Pelé.
O programa, jornalisticamente, foi ouvir o brasileiro que disparou:

-Olha, estive com Eusébio no evento da Fifa e ele não falou nada disso comigo!

Mas será que neste encontro eles falaram sobre esse assunto?
Não gosto do Pelé e esse é um dos motivos. Nessa situação, o mínimo que eu esperaria dele seria dizer por exemplo, que respeita a opinião de Eusébio mas, pensa diferente.

De todos os registros que vi e li até hoje concluo também que Garrincha foi muito melhor do que Pelé, a grande diferença é que, o Edson Arantes do Nascimento teve a sorte, boa índole e foi cercado das pessoas certas que contribuiram com sua evoluç…

Doença moral

Um estudo psicológico associa as doenças a questões morais que devemos tratar. A tese é defendida pelo Espiritismo e tem como objetivo fazer com que o indivíduo busque o auto-conhecimento e, por que não, a cura do males. O conteúdo que transcrevo abaixo está no site Terapia Energética ( http://pages.apis.com.br/terapiaenergetica/) sob o título: A doença como caminho. O objetivo da publicação, é tão somente de ajudar aqueles que se interessarem e verem fundamento na tese.
A Doença Como Caminho
Este texto é uma indicação de leitura do livro "A Doença Como Caminho", de Thorwald Dethlefsen e Rüdiger Dahlke, que trata do conteúdo psicológico associado a vários tipos de doenças e incidentes, os quais por não conseguirmos trabalhar / montar adequadamente em nossa psique, passam a fazer parte da nossa "sombra", não sendo percebidos conscientemente, manifestando-se, então, em nosso corpo físico, para que assim os possamos vivenciar, para superar e integrar seus conseqüentes d…

Manga com Leite

por Rodrigo Constantino
"O importante é não parar de questionar; a curiosidade tem sua própria razão para existir." (Albert Einstein)
Existem inúmeras superstições no mundo, para todo tipo de gosto. As origens das superstições estão normalmente relacionadas à ignorância das pessoas, que adotam tais crendices em busca de uma explicação para o que desconhecem. Inconformados com a incapacidade de entender e controlar determinados eventos, os indivíduos partem para explicações místicas. Acham, por exemplo, que batendo três vezes num pedaço de madeira ou entrando num lugar com determinado pé os acontecimentos serão totalmente diferentes. Como se o destino de um avião pudesse mudar por conta de qual pé um dos passageiros pisou primeiro ao entrar! Mas existe também um outro tipo de superstição, criada deliberadamente para controlar os outros. Vislumbrando a oportunidade de impor medo através de crenças místicas e, com isso, controlar a vida dos demais, algumas pessoas criam mitos que…

ONGs

Se voçê quiser ajudar a sociedade tentando resolver algo que o Estado não consegue, faça sozinho ou reúna amigos de interesse comum mas, jamais chame essa organização de ONG. Todo dia descobrimos diferentes formas de que nosso dinheiro é (mal) gasto. Quando pensamos que foram esgotadas todas as possibilidades, surgem outras, mais impressionantes e ousadas do que as anteriores. Agora, descobriu-se que ONGs são sustentadas pelo governo e desviam o dinheiro público. R$ 12 bilhões sem prestação de contas desde 1999, este é o rombo, neste caso. Como o próprio nome sugere, Organizações não-governamentais, pensava que o mais importante era o propósito, sua missão, enfim, mostrar para o Estado como se poderia resolver determinada questão com foco, gestão e interesse. Diante do êxito positivo, é lógico que seria justo aceitar um auxilio governametal, até porque, o que se propõe a fazer era de fato, dever estatal. Mas a criatividade de nossos políticos é tanta que o se viu foi uma oportunidade inc…