Fidel Castro

É um dia histórico!
Fidel renuncia do poder após 49 anos de ditadura questionando o mundo sobre o que acontecerá com Cuba apartir de agora.
Será o começo de uma democracia iniciando uma nova era social e econômica?
Ou seu irmão (alguém duvida que será eleito?) irá manter o regime atual?
Tenho pena daquele povo. O episódio envolvendo seus atletas aqui no Brasil durante o Pan deram uma mostra de eles não só se consideram mas, são donos daquela gente que é impossibilitada de pensar em liberdade.
Sei que tem gente que crê em uma mudança sistemática, mesmo tímida, na gestão pública daquele país, mas, acho pouquíssimo provável que aconteça.
Gostaria muito que pelo menos, surgisse um partido contrapondo as idéias autoritárias, seria um começo, mas, definitivamente não acredito.
Abaixo, reproduzo artigo de Rodrigo Constantino que, além de um breve histórico da era Fidel dá seu parecer sobre o futuro de Cuba:

A RENÚNCIA DE FIDEL
por Rodrigo Constantino

Acordo e a primeira notícia que escuto na televisão fala sobre o fim da era Fidel Castro em Cuba. Comemorei por alguns instantes, acreditando que o genocida finalmente havia batido as botas. Mas não era tão bom assim. Vaso ruim demora a quebrar. Era apenas a renúncia de El Coma Andante, com 81 anos e após quase meio século de abuso de poder, deixando um enorme rastro de desgraça na ilha-presídio. Pode ser um começo de novos tempos, a tão esperada transição para a democracia. Mas nada garante isso, pois o poder foi passado como se transfere um feudo. Cuba é propriedade de Fidel Castro, como um carro é propriedade do seu dono. O povo cubano é formado por escravos, e não está certo que isso mudará rapidamente. Pelo contrário: ao que tudo indica, o irmão do ditador poderá assumir o poder.
Escutei a notícia através da Globo News, teoricamente um canal para pessoas mais esclarecidas. Digo teoricamente pois na prática o ditador assassino é tratado como presidente até por este canal. A reportagem tratou Fidel da seguinte maneira: “para alguns um herói, para outros um ditador”. Como assim?! Um genocida pode ser visto como herói por alguns, como Hitler, Stalin e Mao foram. Existem muitos dementes no mundo. Mas que era um ditador, isso é um fato! Não é uma questão de opinião, de gosto pessoal, tal como a preferência por uma cor. Fidel Castro era o mais antigo ditador no poder, ponto. Se até um canal de notícias, focado no público mais educado, parte para um relativismo tosco desses, o que esperar dos demais veículos de comunicação? No Brasil, a mídia doutrina, tal como as universidades. O ditador genocida é tratado como presidente, e reconhecer sua ditadura passa a ser uma simples questão de gosto. Um Engov, por favor!
Mas não foi só isso. A reportagem disse que Cuba passou por uma fase de prosperidade durante os anos 1980, com a ajuda financeira da União Soviética. Prosperidade?! Esses jornalistas precisam rever urgentemente seus conceitos. Sim, Cuba conseguiu sobreviver com as bilionárias mesadas soviéticas, mas não longe da miséria. O feudo comunista sempre foi miserável, não obstante toda a ajuda de fora, antes da União Soviética e depois de Hugo Chavez. Aliás, esse é o resultado inexorável do comunismo. Não há como ser diferente. Comunismo significa miséria, escravidão e terror. Foi assim em Cuba, na União Soviética, China, Camboja, Coréia do Norte etc. Onde as idéias comunistas vingaram, tivemos o caos.
Após praticamente meio século matando e gerando miséria, Fidel Castro resolve que está cansado demais para exercer o poder. Que ato nobre! O ditador abre mão da “presidência”, exausto e perto do fim da vida. Quando Pinochet morreu, o presidente Lula disse que chegava ao fim uma “longa noite” na América Latina. Lula “esqueceu” que Cuba ainda é uma ditadura, a pior de todas, a mais cruel e miserável. Lula “esqueceu” também que admira muito o ditador Fidel Castro, e que é seu parceiro no Foro de São Paulo. Esquerdistas são assim mesmo: dois pesos e duas medidas. E por falar em Lula, o presidente garantiu que Fidel Castro estava com a saúde impecável, pronto para voltar ao poder, quando visitou o comandante. Ali estava selado o fim da ditadura de Fidel. Espero que Lula diga agora que Fidel terá uma longa aposentadoria pela frente...
http://rodrigoconstantino.blogspot.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Octo

O primeiro mês do ano

Ontem (2016)